[ editar artigo]

Diário Ilustrado da Paternidade de Rodrigo Bueno

Diário Ilustrado da Paternidade de Rodrigo Bueno

Desde 2012, quando nasceram suas filhas gêmeas, Iolanda e Margarida, o autor Rodrigo Bueno vem reunindo histórias e transformando em desenhos. Agora essas aventuras estão reunidas no livro Diário Ilustrado da Paternidade, lançado pela editora Timo

Nos últimos anos, o movimento paternidade ativa, que transforma a visão do pai provedor e discute e reformula o papel do homem no cuidado dos filhos e o coloca num papel ativo e presente, vem ganhando cada vez mais espaço. São muitos sites, blogs e livros escritos por pais que fazem questão de dividir os cuidados com as mães. Um bom exemplo disso é o cartunista paulistano Rodrigo Bueno que, em 2012, tornou-se pai de gêmeas e investiu no papel de pai. As aventuras – e também os medos, alegrias, anseios, felicidades, surpresas – da paternidade estão reunidas no livro Diário Ilustrado da Paternidade, lançado pela editora Timo.

A paternidade para Bueno foi uma grande surpresa, aconteceu por acaso, mas nem isso foi menos encantadora. Em 2012, sua esposa Grasi engravidou de gêmeas – Iolanda e Margarida – e os dois dividiram todas as tarefas relacionadas às filhas. Rodrigo Bueno narra tudo, desde a descoberta da gravidez até os acontecimentos recentes de tudo que passou junto com a esposa e as filhas em um texto leve e divertido e com desenhos fascinantes feitos por ele mesmo ao longo dos últimos anos. “O livro é a síntese da minha infância como pai. Um compilado de histórias sobre os meus últimos sete anos de imersão na paternidade. (...) Costurando tudo à mão livre, me permiti subir e descer sem medo, revelando detalhes e deixando muita coisa escapar entre os hiatos do tempo”, diz no prefácio do livro.

No Diário Ilustrado da Paternidade você se diverte com as histórias de Rodrigo Bueno contando sobre o nascimento das gêmeas, a amamentação, o crescimento das crianças, a mudança da família para outra cidade, o desfralde, a descoberta do mundo, o mercado de trabalho, a chegada de um cãozinho e tudo que só a paternidade presente e ativa pode proporcionar. Um dos destaques também do livro é o Bueno filho, falando de sua relação com o pai e, ao final, o posfácio com a mãe. E quem se interessar, pode adquirir também o “Bestiário de pais”, um divertido jogo de cartas especialmente desenhadas pelo autor, ideal para se jogar com as crianças.

Para Ana Basaglia, Publisher da editora Timo, a publicação mostra uma paternidade amorosa, presente, possível. “Ele propõe que a gente olhe para o que realmente importa, as relações interpessoais. E tudo isso embalado num ritmo leve e delicado, proporcionado pelos traços e cores do Rodrigo”.

Bestiário de Pais

Que tal uma brincadeira entre pai e filhos? É o que Rodrigo Bueno propõe também com os Bestiário de Pais, lançado também pela editora Timo. É um baralho colorido com 55 cartas, sendo 22 pares de pais e filhos, dos mais diferentes perfis de papais, como o artista, o de “deboua”, o construtor, o surfista, o de selfie, o intelectual, o workaholic, entre outros, e um “mico”, sem filho, que é o Pai Triarcado. “É uma maneira criativa de mostrar os vários tipos de pais e também de promover uma interação com os filhos. Garanto que é bem divertido”, adianta Ana Basaglia.

O livro Diário Ilustrado da Paternidade e o Bestiário de Pais estão à venda separadamente no site da editora Timo: www.editoratimo.com.br.

Para acompanhar as histórias de Rodrigo Bueno além do livro, siga-o no Instagram: @diarioilustrado. 

 

Comunidade Pitch Literário
Ler conteúdo completo
Indicados para você