[ editar artigo]

10 dicas para começar na fotografia

10 dicas para começar na fotografia

Desde sempre a fotografia encanta as pessoas, é uma forma de poder registrar momentos, lembranças, de manter histórias vivas. A fotografia é tão mágica que tem o poder de congelar o tempo, de guardar uma vida inteira em apenas um frame.

Com o passar dos anos a tecnologia foi aumentando e hoje em dia basicamente todas as pessoas têm uma câmera digital junto de si, elas estão instaladas em smartphones e tablets possuem qualidades diferentes, porém, todas elas fotografam.

Essa popularização fez com que mais e mais pessoas se interessassem em dar um passo a mais no mundo fotográfico, seja profissionalmente, seja por hobbie. 

E se você tem o desejo de conhecer mais e, quem sabe, começar a ganhar dinheiro com seus cliques, siga estes 10 passos simples. Não, eles não são a receita de bolo perfeita, mas sim, um norte para te orientar nos primeiros passos. 

Antes de começar nunca esqueça do mais importante, sem dedicação não se chega a lugar algum. Então chega de conversa e vamos lá.

1. Goste de fotografar

Parece óbvio mas não é tanto assim. Se você não tem o gosto natural, ou não quiser adquiri-lo, a fotografia não é o melhor caminho. 

Quando fazemos algo por prazer, e não por obrigação, temos mais condições de obter melhores resultados, o interesse aumenta e consequentemente sempre buscamos aprender mais para ficarmos cada vez melhores. 

Então, seja para fotografia ou por qualquer área, faça porque realmente gosta, não tome nada como uma obrigação pois isso irá te limitar e até impedir que você encontre o que realmente faça os teus olhos brilharem.

2. Encontre o seu nicho

Eleições 2018 - Gabriel Machado/ASC Press

O mundo da fotografia é muito amplo, existem diversos nichos que podem ser seguidos, e em muitos casos é possível atuar em mais de um. Porém, voltando ao passo anterior, é preciso fazer aquilo que você realmente goste, portanto isto também vale para o nicho que pretende fotografar.

Eu por exemplo, sou formado em jornalismo e faço fotojornalismo, me sinto à vontade em documentar acontecimentos, contar a realidade através da fotografia, não digo que nunca irei fazer ensaios, casamentos e afins, tudo é questão de aprendizado e dedicação, tudo pode ser estudado.

Por isso pesquise por fotografias do tema que você mais gosta, pode ser: fotografia de maquiagens, ensaios em estúdio, ao ar livre, fotografia familiar, gestantes, aniversários, casamentos, formaturas, retratos, comida, arquitetura e por aí vai. São inúmeros os segmentos, siga o seu coração.

3. Não se preocupe com equipamento

Foto com meu smartphone

Este é um assunto que impede muita gente de começar a dar os primeiros cliques. Com a qualidade das câmeras dos smartphones já é possível fazer ótimas fotos. Mas claro, tudo vai depender do que você pretende fotografar, porém o mais importante é que você não se iniba e mesmo que não possua uma câmera fotográfica ainda, pratique com seu smartphone.

Os princípios serão sempre os mesmos, o que vale neste momento é treinar o seu olhar. 99% de uma fotografia é composta pelo olhar do fotógrafo e apenas 1% pelo seu equipamento. Não estou falando aqui de qualidade técnica, mas sim da essência.

Sobre câmeras, as duas maiores marcas que possuem as maiores variedades são Canon e Nikon, ambas ótimas, escolher uma delas é puramente questão de gosto e de adaptação. Estas duas marcas possuem modelos de entrada que você encontra a preços acessíveis, este é um assunto que vale um artigo inteiro, quem sabe sai não é?

4. Estude fotografia

Regra dos terços (Google)

O maior erro que alguém pode fazer é pensar que fotografar é apenas apontar a câmera e apertar um botão. Fotografia a grosso modo, é trabalhar com a luz, pois é a forma que permitimos que ela entre na câmera que farão com que as fotos fiquem boas ou não.

Estude técnicas de luz, composição, direção, domínio dos equipamentos e tudo o que estiver relacionado para obter uma boa fotografia. Saia do mundo automático e aprenda a usar as configurações manuais para que o seu equipamento registre aquilo que você realmente deseja fotografar. Dedique-se sempre. Como dica inicial, aprenda a utilizar a regra dos terços, para alinhar os elementos da sua foto.

5. Aprenda a trabalhar com softwares de edição

Uma das partes mais importantes do processo fotográfico é a pós-produção, é com ela que o trabalho é finalizado. Com softwares como o Adobe Photoshop e o Adobe Lightroom, é possível fazer todo o tratamento da imagem como: deixar mais nítida, com cores mais vivas e etc.

Fotografias publicitárias necessitam muitas vezes de manipulação, ensaios precisam de um tratamento completo. Tudo isto você faz através destes softwares. Não ignore a pós-produção, por mais que você não goste de utilizar estes programas, aprenda e aplique, isso fará o seu trabalho ser mais completo.

6. Consuma conteúdo de fotografia

Existem diversos canais no YouTube, sites e comunidades na Internet voltadas para a fotografia, onde é possível tirar dúvidas sobre qualquer assunto. O mais importante é que você se habitue a ler sobre o assunto, assistir e ouvir profissionais do ramo. Quanto mais contato você tiver com este mundo, você vai ficar mais familiarizado com termos, técnicas e etc.

Recomendo a Fotografia DG, uma ótima comunidade que dispõem de dicas diárias gratuitas sobre fotografia, para aprender sobre pós-produção siga o Rafael Ferreira e o Henrique Ribas, eles passam muitas dicas úteis, e para aprender a desenvolver o seu próprio negócio de fotografia siga os irmãos Vanassi do Podcast Fotologia e no YouTube Fotologia Vlog. Todos podem ser encontrados em todas as redes sociais

7. Siga fotógrafos no Instagram

A rede social de fotografia mais famosa do mundo é o local ideal para você aprender observando o trabalho de grandes profissionais. No Instagram você pode acompanhar fotógrafos renomados internacionalmente. É também uma ótima forma de encontrar referências dentro do nicho que você pretende atuar, isso é fundamental para que você desenvolva as suas próprias técnicas.

8. Tenha fotógrafos de referência

Amplie o passo anterior definindo fotógrafos que realmente são referências para você. Além de seguir, procure estudar a técnica e o olhar destes profissionais que você pretende utilizar como espelho, faça isso primeiro tentando reproduzir o que ele fez, e a partir disso, crie as suas próprias variações.

Este não é um conselho acadêmico, é apenas o que eu faço. No meu âmbito de fotojornalismo posso citar dois feras para que você conheça pelo Instagram, são eles: Ueslei Marcelino, um monstro do fotojornalismo ,e o Nogueira um dos melhores da fotografia esportiva. E aproveitando a deixa, se quiser me segue lá também, estou longe de ser como estes dois feras, mas tenho influência deles, siga @fotogmachado e @ascpress.

9. Saia da zona de conforto

MON - foto urbana com meu smartphone, um desafio.

Parece contraditório ao que falei antes sobre fotografar o que gosta não é? Pois então, mesmo fotografando o que você gosta é possível sair da sua zona de conforto, se desafie o tempo todo, busque um ângulo diferente, uma composição nova, ouse sempre.

Não há limites para a sua criatividade, e forçar situações novas só tornarão você um fotógrafo cada vez mais capacitado. Isso inclui fotografar coisas novas e até o que não gosta, se adaptar a situações é primordial para que você tenha sempre um bom desempenho naquilo no qual você realmente se identifica.

10. Fotografe, fotografe e fotografe

Carlos Villagrán (o Kiko do Chaves) no Geek City 2018 - Gabriel Machado/ASC Press

Essa é a maior dica de todas, nunca deixe de fotografar, e sempre que tiver oportunidade faça isso, seja com uma câmera ou smartphone. Sabe aquela mesa de café da manhã bonita? Porque não tenta registrá-la de uma forma diferente? Sabe o pôr do sol? Tente pegar silhuetas. Exercite a fotografia  sempre, em todos os momentos.

Comunidade Pitch Literário
Gabriel Machado
Gabriel Machado Seguir

Jornalista/Radialista, atuo como repórter fotográfico freelancer com ênfase em esporte, e tenho minha própria agência a ASC Press.

Ler conteúdo completo
Indicados para você